Analytics

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Aula de Bordado Brasileiro

Hoje eu recebei um material que estava aguardando a chegada ansiosamente. Não tenho palavras pra descrever a alegria que senti ao receber as linhas e os riscos de bordado brasileiro que a senhora Olga Quint Melim mandou pra mim. Ela foi muito generosa e além das linhas e riscos, (só por isso já é um material valioso) me mandou ainda várias aulas ensinando a execução do bordado com as linhas Varicor. Fiquei muito empolgada e acima de tudo agradecida por ela ter compartilhado comigo informações sobre esse assunto que é do meu interesse. Agora poderei aprender a fazer o bordado brasileiro usando as autênticas linhas de rayon da Varicor!!!

Antes de postar a primeira aula gostaria de mostrar um pouco do material que recebi. Descobri que outras empresas também produziam linhas especiais de rayon. Tinha também as linhas Rainbow e linhas Lisona.


Recebi junto com as linhas umas amostras de fitas que também eram utilizadas nos bordados e ajudavam a dar o efeito dimensional ao trabalho.

Aqui um exemplo de como essa fita pode ser utilizada.

Esse bordado com fita é simplesmente lindo!!!

Recebi várias cópias das aulas que a senhora Olga Melim dava às suas alunas. Como sei que muita gente vem ao meu blog a procura de informações sobre como fazer os pontos, vou postar aqui a primeira aula.

Na primeira aula aprende-se a fazer as flores "Candurão", "Candurinha", "Margarida" e "Crisântemo"
Candurão -
Executar conforme o desenho abaixo, partindo do candurão de uma pétalas observando com toda atenção nas várias faces progressivas, as formas que sempre conduzem a um sentido ovalado. Fazer o acabamento acrescentando o cálice de rococó, as hastes em ponto atrás e os melindres em "chavon", a gosto da aluna conforme  indica o candurão de 6 pétalas. O risco não deve ser transportado para o tecido, marca-se com um ponto o local onde será aplicado o trabalho.

Candurinha - é o mesmo candurão, mas em tamanho menor, observando-se as orientações acima descritas.

Margaridas -
Inicialmente encher com a linha uma parte do círculo, trabalhando o recheio em quatro fases: ponto atrás, zig-zag e cerzido, dando a altura desejada. Trabalha-se os rococós em aleluia (um tipo de linha), aplicando-os de fora pra o centro. O tamanho do círculo deverá ser proporcional ao bordado que o complementa. O miolo é formado por rococós com duas voltas (carolinhos).
Crisântemo - A flor aberta é executada em duas fases. Inicialmente aplicando os rococós maiores, para posteriormente serem presos e intercalados pelos menores. No miolo deve-se aplicar uma conta sem brilho. As folhas são bordadas em ponto cheio enviesado, dando um retoque contrastando.

Essas são as informações contidas na primeira aula. Não sei se para que for ler essas informações serão suficientes. Para mim que não tenho muito conhecimento não me parece fácil, mas acredito que tentando é possível fazer alguma coisa. Vou tentar fazer pelo menos o candurinha...
Depois compartilho com vocês outras informações sobre bordado brasileiro e outras aulas enviadas pela senhora Olga Melim. Assim que for possível também colocarei aqui uma foto dela, para que possamos conhecer essa senhora tão gentil e simpática.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...