Analytics

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Tutorial para foundation

Essa semana coloco pra vocês um tutorial ensinando a fazer foundation.
É uma técnica de patchwork muito útil quando o padrão a ser formado com os tecidos utiliza ângulos variados. É só seguir as marcações que as costuras se encontram no perfeitamente. O foundation tem sempre linhas retas.
Aqui no Brasil as amantes dessa arte gostam de utilizar uma entretela bem fininha como base, mas nos Estados Unidos e em outros países (pelo menos até onde eu sei) usam papel. A vantagem para se usar a entretela é que ela não precisa ser retirada. Um trabalho a menos.
Apesar dessa vantagem eu gosto de usar o papel e vou ensinar esse método pra vocês, mas quem desejar usar o outro método é só passar o risco para uma entretela fininha. Entretelas mais grossas dão um efeito endurecido ao trabalho.
 O risco pode ser xerocopiado ou desenhado num papel ofício. Repare que em cada  espaço há uma numeração. Quando for costurar essa numeração deve ser obedecida.
 O padrão escolhido é de uma tulipa, então eu escolhi um cor de rosa para o tecido central que corresponde ao número. Para evitar problemas de falta de tecido, o meu retalho é maior que o necessário.
 O tecido é colocado na parte de trás do desenho com o lado direito pra cima. Coloque o mais centralizado possível, garantindo que irá sobrar uma margem de costura maior que 1/4 de polegada ou 0,75 cm de cada lado. Para me certificar eu coloco o tecido e o papel contra a luz.
Prenda com um alfinete. 
Coloque o segundo pedaço de tecido sobre o primeiro. Dessa vez com o avesso para cima. Esse tecido também deve ser um pouco maior que o necessário para o espaço número 2. Para me certificar de que o tecido cobrirá tudo eu sempre coloco o papel junto com o tecido contra a luz.
 Onde está dobrado na foto, é onde deverá ser feita a primeira costura. Entre o quadrado 1 e 2.

 Aqui mostro as duas peças costuradas.
 Eu gosto de usar uma régua para foundation para deixar as bordas bem certinhas. Mas se você não tiver essa régua, isso não te impede de fazer o foundation. Apare com outro tipo de régua ou, pule essa parte se as suas bordas não ficaram muito grandes.
 Nessa foto mostro como coloquei o tecido de número 3 sobre os tecidos 1 e 2.
 Aqui estou costurando o tecido 3.
 Como ficou depois de costurado.
 aparando o tecido em excesso das extremidades.
Costurando o pedaço de número 4.
 Como ficou depois de costurado.
Aparando as extremidades.
 Depois de colocar os tecidos de números 5 e 6. Ainda sem aparar as extremidades do bloco.
 Aqui o bloco com as bordas todas aparadas.
 Só para vocês verem como ficou a parte de trás, ainda com o papel.
Retirando o papel. Para facilitar a retirada do papel eu gosto de usar um ponto pequeno.
 Depois de retirado o papel.
Se o projeto for feito com vários blocos, eu acho melhor retirar o papel só depois que todos os blocos estiverem montados, o papel mantem o tecido no lugar, pois muitas vezes a trama do tecido é costurada de maneira enviesada e isso pode ajudar a deformar o bloco.
Sempre que você ver um projeto de patchwork com numeração das peças e linhas retas, você já sabe que é um projeto de foundation. Se preferir, para facilitar o entendimento do projeto, e não errar na escolha dos tecidos você pode escrever junto com o número a cor do tecido ou pintar. O que for mais prático para você.
Espero que as dicas de hoje possam te ajudar a fazer várias peças lindas usando essa técnica.
Até a próxima semana.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...