Analytics

domingo, 23 de novembro de 2014

Quilting em tecido com listras

O trabalho que vou mostrar pra vocês essa semana é uma colcha que fiz para uma cliente da Ana Arteira. Eu acho os trabalhos de patchwork com listras lindos, mas eu tenho um pouco de dificuldade em desenvolver padrões de quilting com esse tipo de tecido. Mas depois de pensar um pouco sobre o assunto acabei encontrando um padrão que acabou dando certo nessa colcha.
 Nessa foto você pode ter uma ideia de como ficou a peça depois de quiltada.
 É mais um daqueles projetos que eu me apaixono depois que fica pronto.
 Eu criei um padrão de quilting bem bonito para colocar nos cantos.
 Nos blocos eu alternei o padrão de eco com listras.
 Em uns eu quiltei linhas retas como padrão de fundo.
 E em outros coloquei um padrão de eco.
 O espaço entre as linhas retas foi de meia polegada.
 Essa foto mostra onde as feathers ou plumas se encontram.
 Na borda de cada bloco eu coloquei um padrão simples de feathers,
 O avesso ficou lindo, pena que essa foto ficou com muita luz.
 Mas nessa dá pra ver melhor.
 Esse avesso ficou muito lindo.
 Eu amo como essa peça ficou!
 É um daqueles projetos que a gente pensaque não vai ficar tão bonito, mas depois de terminado fica um deslumbre!
 A linha do quilting destacou bem no avesso.
Eu optei por alternar linhas retas e curvas para não cansar a vista.
 Detalhe de um dos cantos.
 A moldura para a feather central fiz com a ajuda de réguas.


Espero que tenham gostado da publicação dessa semana. Depois volto com mais novidades.
Abraços.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Patchwork e quilting em Goiânia

Quem acompanha o blog com regularidade sabe que semana passada estive em Goiânia para acompanhar minha filha, Ana Carolina, numa competição. Eu aproveitei essa viagem para conhecer e entrar em contato com as amigas do blog.
Fiquei muito contente que a Marta Lopes mostrou interesse e veio me encontrar no hotel e me levou para conhecer um ateliê da cidade. Foi uma oportunidade incrível, pois pude quiltar uma manta numa longarm.
Eu e a Marta Lopes na entrada do hotel.
O ateliê que ela me levou para conhecer é o Jujulinha. Um local bem agradável, que, além de oferecer cursos de patchwork e quilting também oferece o serviço de quilting numa longarm.
 A dona do ateliê, a Adriana, depois que soube que eu quiltava, me convidou para quiltar uma peça na sua Gammill.
 Escolhendo os tecidos.
 Nos preparando para colocar os tecidos e a manta na máquina.
 Tudo muito rápido,
 É preciso uns alfinetes grandes e grossos!
 Começando a quiltar.
 Parada para a foto! rsrs
 Retomando o quilting!
 Eu não gostei de quiltar com o regulador de ponto. Achei que a máquina ficou muito pesada.
 Preferi sem o regulador.
 Aqui uma foto da parte inferior da peça, já que a estampa do tecido não ajudou muito na visibilidade do quilting.
Nessa foto estamos a Adriana, proprietária do ateliê, a funcionária que trabalha na máquina e eu.
Para mim que sonho com o dia que poderei comprar uma longarm, esse foi um dia incrível. Pude ter uma noção melhor de como seria minha vida com um equipamento desses: as vantagens e as desvantagens. Depois da conversa que tive com a Adriana, sei que esse não é uma equipamento pra qualquer um, mas continuo sonhando com o dia que poderei ter uma dessas.
Quero deixar aqui o meu agradecimento a Adriana que propiciou essa oportunidade e a sua funcionária (que eu me esqueci de anotar o nome dela) por terem me ensinado tanto e principalmente a minha amiga Marta Lopes que veio de Aparecida de Goiânia pra me ver. Me senti muito honrada com a visita dela. Se o universo conspirar a nosso favor ainda vamos nos ver novamente!!!!

Quase ai me esquecendo: A minha filha não conseguiu pódio no Torneio Nacional de Ginástica, mas eu fiquei muito feliz com o empenho dela na competição. Espero que ela continue perseverante e possa brigar por melhores colocações em outras competições.
Beijos e obrigada a você que passa sempre por aqui pra conferir a novidades.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...